sábado, 27 de maio de 2017

RN atinge marca de 1.000 homicídios em 2017, diz instituto

Levantamento do Observatório da Violência Letal Intencional revela que número é 27,6% maior do que o registrado no mesmo período de 2016. Secretaria de Segurança diz que não vai comentar.

Necrotério do Instituto Técnico Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Foto: Caroline Holder/ G1) 

violência no Rio Grande do Norte continua atingindo e superando marcas preocupantes. Neste sábado (26), segundo levantamento feito pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa os crimes contra a vida – o estado chegou a 1.000 assassinatos registrados somente este ano – o que dá uma média de 6,8 homicídios por dia. A assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública disse que o órgão não vai cometar os dados do OBVIO.

“Uma pena. Nós não merecemos isso”, disse o especialista em gestão e políticas de segurança pública Ivenio Hermes, que também é coordenador do instituto. “O tratamento inadequado às causas da violência não gera um entendimento amplo do fenômeno da violência no Rio Grande do Norte, e isso se mostra nas ausências do Estado em diversas áreas que se correlacionam em políticas de segurança pública”, comentou.
Contador de homicídios do OBVIO  (Foto: OBVIO) Contador de homicídios do OBVIO  (Foto: OBVIO) 
violência no Rio Grande do Norte continua atingindo e superando marcas preocupantes. Neste sábado (26), segundo levantamento feito pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa os crimes contra a vida – o estado chegou a 1.000 assassinatos registrados somente este ano – o que dá uma média de 6,8 homicídios por dia. A assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública disse que o órgão não vai cometar os dados do OBVIO.
“Uma pena. Nós não merecemos isso”, disse o especialista em gestão e políticas de segurança pública Ivenio Hermes, que também é coordenador do instituto. “O tratamento inadequado às causas da violência não gera um entendimento amplo do fenômeno da violência no Rio Grande do Norte, e isso se mostra nas ausências do Estado em diversas áreas que se correlacionam em políticas de segurança pública”, comentou.
Cidades mais violentas do RN (Foto: OBVIO)
Contador de homicídios do OBVIO  (Foto: OBVIO)

 

Um comentário :

JORGE ALMADA ALMADA disse...

Os números de homicídios disparam no RN, já é alarmante no Norte-Nordeste. Vivemos em GUERRA, o pior disto é que a SOCIEDADE fica passiva diante desta realidade , refugiamos em casa e rezamos a Deus para nos protegermos e não fazemos nada para mudar os cenários diários DAS PERDAS DE VIDA. ACOVARDAMOS E NÃO VAMOS PARA AS RUAS MANIFESTAR POR MUDANÇAS, PROTESTAR, E COBRAR DAS AUTORIDADES, POLÍTICOS, OAB, JURISTAS, DIRIGENTES RELIGIOSOS, GOVERNOS E ações para mudar estes cenários.
Se nada for feita o números de homicídios dobrarão em breve , hoje temos 58.000 homicídios por ANO no Brasil, faz necessário mudar a legislação e punir com pena de morte os crimes violentos e por motivos fúteis, temos que INIBIR esta gigantesca matança. PRESERVAÇÃO DA VIDA ! JÁ

Postar um comentário